Cosmic Jokers: Cosmic Jokers (1973) {1994 Reissue} [FLAC]



O Cosmic Jokers é um dos "projetos" - se é que podemos chamar assim - mais inusitados que já aconteceram na história do krautrock. Isso foi fruto de uma das loucuras, e a mesmo tempo espertezas de Rolf-Ulrich Kaiser, uma das figuras mais importantes do cenário progressivo alemão no fim dos anos 60 e início dos anos 70. Ele era um jovem visionário em matéria de música, um jornalista que publicava regularmente em algumas revistas da área e chegou até a escrever alguns livros, mas a sua falta de bom senso em alguns casos devido ao consumo excessivo de drogas lhe trouxe vários problemas sérios.

Kaiser foi um dos organizadores do Essener Songtage Festival, que aconteceu em 1968 na cidade de Essen, na Alemanha, e era quem comandava a Ohr, pertencente à Metronome, e a Pilz, pertencente à BASF. Ambos selos eram tidos como as divisões "progressivas" dessas gravadoras, sendo assim, bandas como Tangerine Dream, Guru Guru, Ash Ra Tempel, Xhol, Floh de Cologne, Wallenstein, Birth Control, Popol Vuh e muitas outras tiveram seus primeiros álbuns lançados sob um desses selos.

Em 1972, Kaiser agendou uma série de ensaios com vários músicos no Dierks Studios, na época um dos melhores a mais requisitados estúdios da Alemanha, localizado em Stommeln, uma pequena vila próxima à cidade de Colônia, e pertencente a Dieter Dierks, que era produtor e engenheiro de som.

Segundo o que consta, os músicos convidados faziam as gravações em troca de drogas, porém há uma outra versão desta história: Kaiser oferecia bebidas aos músicos contendo ácido sem que eles soubessem, sendo assim eles tocariam e improvisariam livremente à medida que em sessões durassem.

Entre esses músicos estavam: Jürgen Dollase e Harald Großkopf, ambos do Wallenstein; Manuel Göttsching, Hartmut Enke e Brian Barritt, sendo todos do Ash Ra Tempel; Walter Westrupp do Hölderlin; Bernd Witthuser, que acabou formando se juntando a Westrupp pra fazer a dupla de prog folk Witthuser & Westrupp; Sergius Golowin, que seguiu carreira solo apenas lançando um álbum; e Klaus Schulze, agora em carreira solo, sendo que havia passado pelo Tangerine Dream e pelo Ash Ra Tempel. Além disso, Gille Lettman, a namorada de Kaiser, também participou de algumas das gravações, e até o próprio Dieter Dierks se uniu ao grupo e acabou participando de todas as gravções.

Kaiser de esperto gravou tudo, mandou Dierks mixá-las e masterizá-las e algum tempo depois, sob o selo Die Kosmischen Kuriere (os mensageiros cósmicos), que ele mesmo tinha criado, lançou 5 vinis em um intervalo de tempo curtíssimo mostrando claramente nas capas dos discos todos os músicos participantes. O problema é que nenhum dos músicos tinham sido avisados sobre o lançamento desses vinis e naturalmente nem foram recompensados também, fatos que não deixaram nenhum deles felizes em saber desses lançamentos.

Após o lançamento do quinto vinil, Klaus Schulze processou Kaiser pela questão de direitos autorais e acabou se vendo forçado a deixar a Alemanha abandonando a gravadora para evitar que mais problemas judiciais pudessem surgir.

No fim das contas, a saga dos Cosmic Jokers hoje representa uma parte significativa na história do krautrock e também do space rock. Agora é hora de baixar e curtir essa maravilha surgida da idéia de um mito polêmico do krautrock.


Tracklist:
01 Galactic Joke
a. (7:10)
b. (6:44)
c. (8:45)
02 Cosmic Joy
a. (9:19)
b. (10:06)

Line-up:
Dieter Dierks - bass
Jürgen Dollase (Wallenstein) - keyboards, vocals
Manuel Göttsching (Ash Ra Tempel) - electric guitar
Harald Großkopf (Wallenstein) - drums
Klaus Schulze (ex-Tangerine Dream/Ash Ra Tempel) - synthesizers


Download:

APE
http://minhateca.com.br/nelwizard/Cosmic+Jokers+-+Cosmic+Jokers+(1974)APE,405485891.rar(archive)

Comentários

  1. Every time I encounter this story I am perplexed with Kaiser's actions. I hope the musicians are getting compensated from the CD reissues of this series. Perhaps Kaiser thought that he had already paid the musicians -- in drugs! Which I've read he provided in copious amounts for the sessions. 8D

    Thanks Micose, this is one I haven't listened to before.

    ResponderExcluir
  2. Dan, this one is really essential if you like space rock or the Berlim School sound, it sounds like early Ash Ra Tempel and Tangerine Dream.

    According to Klaus Schulze, he was given those acid cocktails without knowing their content. I've read a more detailed version of this story in some Garden of Delights CD booklet, but I can't remember which one was it.

    Kaiser was indeed a very crazy guy. I don't know whether he tried to play the smart guy or whether he didn't think about what could happen after his attitudes.

    ResponderExcluir
  3. Giving people drugs without their knowledge and consent is truly criminal! Thanks for this further information. I haven't had a chance to listen to this yet but am looking forward to it. And thanks again for the new text post that clarifies all my questions!!! :D

    ResponderExcluir
  4. It is undoubtely criminal indeed. That's why Kaiser had a lot of judicial troubles at the rate of being evicted from his fat by the German court without the chance of taking any of his belongings. Not only because of this incident, but also because of problems with the bands he had signed.

    I'm very happy that you like the text I wrote yesterday about Ohr. Sources were handful to put that whole text together. lol

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Five great albums in the history of Krautrock, and could be more if the producer Ohr label owner, Kaiser would have paid for copyright

      Excluir
  5. NEW LINK:

    APE
    http://minhateca.com.br/nelwizard/Cosmic+Jokers+-+Cosmic+Jokers+(1974)APE,405485891.rar(archive)

    ResponderExcluir

Postar um comentário