SCORPIONS - 1974 - FLY TO THE RAINBOW (2010 JAPAN BLU-SPEC CD)




PENSA QUE OS "CHUKURTZ" ACABOU!?


Daí, putaiada!

Passando no recinto pra deixar a segunda obra seminal dos alemães, pais do hard n' heavy: Scorpions!

Fly to The Rainbow é o sucessor de Lonesome Crow, mas totalmente diferente de seu antecessor. Se você espera encontrar as viagens bem krautrock do primeirão, podem esquecer, pois nesse play aqui as bases do hard rock estão praticamente consolidadas, resultando em um album mais direto, mais com cara de Scorpions dos anos posteriores.
Destaques? SIM! Desde a abertura com Speedy's Coming (presente nos shows "ainda" hoje), passando por pérolas dos 70's como Drifting Sun (a lá Hendrix), Fly People Fly (música que será tocada no meu funeral), This Is My Song (o segundo single do álbum) e a mágica Far Away até a faixa-título (que por sinal é a última e é um verdadeiro deleite musical: um épico com mais de nove minutos de duração, alternando entre momentos agressivos, calmos, angustiantes...até um pomposo grand finale!). Klaus Meine canta de uma forma mais audível do que no álbum de estréia; Rudolf, como sempre, detonando nas bases (pra mim, um dos maires rithym gitars da história); Uli Jon Roth: Hendrix Branco (não preciso comentar mais né!?); Francis Buchholz e suas linhas muito bem audíveis no baixo e o cavalar Jürgen Rosenthal (o mais "estrompa" dos bateristas que o Scorpions já teve).

Bom, como já disse antes, eu DETESTO Scorpions, e vocês que SE FODAM BAIXANDO ESSA OBRA-PRIMA INJUSTIÇADA (como tantas outras) DO HARD ROCK ALEMÃO!!!

IN ENGLISH:

Fly To The Rainbow is the successor of Lonesome Crow, but very different from its predecessor. If you expect to find the sounds in the style krautrock debut, can forget. In this album the foundations of hard rock are practically consolidated, resulting in a more straightforward album, with more Scorpions face of later years.Highlights? YES! Since opening with Speedy's Coming (present in the shows "yet" today), through pearls from the 70's as Drifting Sun (in Hendrix style), Fly People Fly (music that is played at my funeral) This Is My Song (the second single from the album) and the magnificent Far Away, even the title track (the last and true musical delight: an epic with more than nine minutes, alternating between aggressive, calm, and harrowing moments... and a pompous grand finale!). Klaus Meine sings in a more audible than on the debut album, Rudolf, as always, rocking the foundations (for me, one of the mayors rithym gitars history), Uli Jon Roth: is a white Hendrix (no need to comment huh?!); Francis Buchholz and his lines clearly audible in the bass and Jürgen Rosenthal (the most vociferous of drummers that the Scorpions had).
Well, as I said before, I HATE Scorpions, and you FUCK THEM DOWNLOADING THIS INJUSTICED MASTERPIECE (like many others) OF GERMAN HARD ROCK!

Lineup:
Klaus Meine - lead vocals
Ulrich Roth - lead guitar, backing vocals, lead vocals on "Drifting Sun" and "Fly To The Rainbow"
Rudolf Schenker - rhythm guitar, backing vocals, lead vocals on "They Need A Million" and "Drifting Sun"
Francis Buchholz - bass guitar, backing vocals
Jürgen Rosenthal - drums, percussion

DOWNLOAD

http://minhateca.com.br/nelwizard/Scorpions+-+Fly+To+The+Rainbow+Blue-spec+1974,486157324.rar(archive)

Comentários

  1. Faxineiro, a partir desse album até o Tokyo Tapes, foi o periodo aureo do Scorpions. Depois, a banda continuou boa, mas ficou sem o genio de Roth. Os meus preferidos desse periodo, alem desse ai, são In Trance e Taken by Force. Voce e a estagiaria (com quem quero me casar), merecem uma promoção, ou então fundem um sindicato, ou partido politico (se o Kassab pode, qualquer um pode), e exijam seus direitos. Abraços.

    ResponderExcluir
  2. KKKKKK!!!!!
    Apoiado!

    Os anos 70 são minha fase preferida também. O "mainstream" dos 80's foram a consolidação de toda a carreira, mas o período mágico, com hard rock direto no pé do ouvido, só nos 70's mesmo. Em breve eu posto o In Trance e o Taken By Force nas versões japonesas também. Obrigado pelo seu comentário Deckard e principalmente pelo seu bom gosto em apreciar uma das mais enérgicas bandas de todos os tempos.

    Só para constar: até o presente momento, 25 almas baixaram esse post, mas comentário que é bom... :(

    ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  3. Chora nao, povo nao comenta mesmo, sao poucos q se dao ao trabalho.
    So p constar, nao baixei pq acho um lixo....kkk ok, e pq eu tenho mesmo :P e essa capa sempre achei engracada.
    E isso ai Deckard, vamos fazer uma reuniao por nossos direitos la na Galeeia do rock ne faxineiro? Se nao rolar nada ao menos cacamos algumas raridaded por la!
    Beijos aos dois

    ResponderExcluir
  4. Quando eu era pequeno eu tinha medo dessa capa! É sério! Eu ficava imaginando um homem daquele tamanho andando em cima dos dois aviões!!!!!! XD

    Esse é o 2º que eu mais curto na fase dos 70's. O primeiro logicamente que é o In Trance.

    Lu, preciso t agradecer novamente. Essa boot que vc postou é SENSACIONAL!

    ABRAÇO!

    ResponderExcluir
  5. ô coisa fofa, espera os proximos que vou colocar, tenho as gravações originais de onde saiu o Tokyo Takes!
    agora, já que tem medinho, assiste isso:
    http://www.youtube.com/watch?v=DAzLoVoDdYU
    se não ficar com medo, ao menos vai ser mijar de rir
    beijocas na bunda

    ResponderExcluir
  6. Obrigado pela postagem, eu não conhecia este lado menos comercial do Scorpions.

    ResponderExcluir
  7. KKKKKKKKKKKK!!!!!!!

    Eu ri muito! Esse James Kottak, é muito louco mesmo! Isso merece ir para a página de postagens!!

    ABRAÇÃO!

    ResponderExcluir

Postar um comentário